Imprestável antes das 10 da manhã?

“Você gosta de manhãs calmas e de noites agitadas? Acha que a vida é curta demais para perder tempo em congestionamentos? É mais produtivo depois das 10 da manhã? Se você respondeu sim a essas questões, muito provavelmente você é uma “pessoa B”. E o que isso quer dizer?

Cada um tem um relógio biológico diferente e, enquanto que alguns gostam de acordar cedo e conseguem trabalhar direito às 7:30 da manhã, outros se sentem melhores e mais produtivos à noite. No entanto, a sociedade é injusta e o mercado só fica aberto até as 22h, os chefes não oferecem turnos diferenciados e a escola começa às 7:15 da manhã.

Tentando consertar essa injustiça, foi criada a chamada “Sociedade B”, um mundo em que é possível trabalhar, estudar, ir ao cinema e pagar contas em um horário alternativo. Se o organismo de algumas pessoas é feito para a noite, por que obrigá-las a acordar cedo e estar na cama antes das 23h, tornando suas vidas um verdadeiro inferno? A vida começa depois das 10h Na Suécia, a primeira instituição a reconhecer a legitimidade da “Sociedade B” foi uma escola de segundo grau, que passou a oferecer a opção de turnos entre as 20h e as 8h. Afinal, um aluno que chega atrasado todos os dias nem sempre é preguiçoso, ele pode ser apenas uma “pessoa B”.

O manifesto da “Sociedade B” garante que trocas de horário na escola ou no trabalho podem aumentar a produtividade da pessoa e deixá-la mais feliz. Se você é imprestável no escritório até as 10 da manhã, por que seu chefe não permite que você faça um horário diferenciado, começando às 10:30 ou 11 horas? Adotar horários diferenciados também acabaria com o que hoje conhecemos como “hora de pico”. Haveria menos congestionamento, menos filas e mais alegria.

A “Sociedade B” começou na Dinamarca, onde escolas e escritórios já estão se acostumando com as pessoas que acordam um pouco mais tarde, mas que rendem até tarde da noite. A ideia é que iniciativas assim surjam na Finlândia, na Noruega e até mesmo na Inglaterra ainda este ano. Não precisar acordar cedo e poder viver até a madrugada não é uma má ideia!”

Gostou do movimento? (Fonte: zoinc.com.br)

copenhague-dinamarca

Além do mais, a Dinamarca é considerado o país “mais feliz” segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), dentre os 40 países pesquisados. 

Mãe, tô indo pra Dinamarca, ta?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s